Bem vindo

Os lugares (quase) secretos de Nova York


 Os lugares (quase) secretos de Nova York


Talvez não exista paisagem mais fotografada e de fácil reconhecimento do que Nova York. Conhecida como a “cidade que não dorme”, a região atrai os olhares de turistas do mundo todo para a excentricidade de seus moradores e suas atrações. De grandes prédios até pequenos bares, parece não haver um lugar sequer em Nova York que já não tenha sido descoberto ou virado tendência em algum momento do passado!

Porém, a Big Apple também guarda alguns segredos que você pode facilmente descobrir! Além de subir no Empire State Building, visitar a Estátua da Liberdade e dar uma volta no Central Park, que tal conhecer esse lado ainda a ser descoberto pelas lentes dos turistas? Veja alguns dos lugares que farão você viver uma experiência muito mais exclusiva na cidade mais cosmopolita do mundo!


A estação escondida


O metrô de Nova York é um dos mais antigos do mundo e uma das maneiras mais eficientes para se locomover na cidade. Para ver pessoalmente como essa rede de transporte é antiga, há uma estação que fica embaixo do City Hall que está sem uso há quase 70 anos (foi fechada oficialmente no dia 31 de dezembro de 1945)!

O local é uma cápsula do tempo, pois tudo foi preservado como era, desde a arquitetura até os blocos de vidro do teto que captam a iluminação natural da rua. Para visitar o lugar basta pegar o trem 6 para a Brooklyn Bridge/City Hall Station, a última parada se você estiver indo para o sul, mas não desembarque. O trem faz um “loop” pela estação, o que vai permitir ver esse lado “esquecido” e incrível do metrô.

Galeria dos sussurros


O importante Grand Central Terminal guarda muitos segredos por si só, como a passagem secreta que Franklin Delano Roosevelt, ex-presidente americano, usava para chegar até o Hotel Waldorf Astoria. No entanto, a “Whispering Gallery”, ou “Galeria dos Sussurros”, é um lugar muito mais romântico e fácil de visitar.

Localizado na frente do Oyster Bar & Restaurant, o local tem uma peculiaridade acústica: quando duas pessoas ficam em frente aos arcos diagonais e sussurram, elas podem ouvir o que a outra pessoa fala do outro lado como se suas vozes fossem “telegrafadas” através do caminho. Hoje em dia muitas pessoas usam desse artifício para pedir o par em casamento - mas fique atento para não falar nenhum segredo pessoal, pois pode ser que outras pessoas ouçam!


Jardins suspensos 


Nova York é sem dúvida um cenário das telonas e, para algumas pessoas, as cenas em cima dos telhados pode ser um dos principais “cartões postais” em suas mentes. Mas para deixar isso ainda mais charmoso, existem jardins que ficam nos telhados de grandes prédios - uma alternativa ao crescimento do concreto na cidade.

No Rockfeller Center, onde você pode ver a cidade de cima, é possível encontrar também cinco espetaculares jardins projetados pelo britânico Ralph Hancock entre 1933 e 1936. Eles estão fechados desde 1938, mas você consegue ver três deles do Top of the Rock, o observatório do prédio. No topo do Empire State Building também tem um jardim, que, assim como o prédio, é mais famoso e já esteve no cinema, no filme “Homem-Aranha”, de 2002.

Muro de Berlim em Nova York


Localizado em uma praça na 520 Madison Avenue, esse é um resquício da história que você não imaginaria encontrar em Nova York. Cinco pedaços do Muro de Berlim estão instalados na cidade americana. O muro recebeu a intervenção artística dos artistas alemães Thierry Noir e Kiddy Citny em sua face correspondente ao lado oeste, enquanto o lado leste permanece intacto, em uma tentativa de demonstrar o lado “autoritário” da Alemanha Oriental.

Esse ponto da cidade, apesar da intervenção artística, pode facilmente ser passado em “cinza” por quem visita o local, já que ele não recebe a devida atenção e sinalização. Porém, se você planeja colocar esse ponto da cidade em seu roteiro, verifique se eles já voltaram da restauração, iniciada em setembro do ano passado.

Cemitérios dos barcos


Um dos lugares mais estranhos de Nova York pode ser visto também como um dos mais interessantes. A Staten Island Boat Graveyard, traduzido livremente para “Cemitério dos Barcos da Staten Island”, é o descanso eterno para muitas embarcações que estão em decomposição ou que foram abandonadas.

O cenário criado por esse abandono é simplesmente magnífico, podendo render bons cliques e um tempo divertido de sua tarde. O local exato é a Arthur Kill Road, perto da Rossville Avenue - cerca de 13 milhas do terminal de balsas, que podem ser percorridas de carro ou de bike. A área é um ponto esquecido pelos próprios nova iorquinos, permitindo que você tenha uma imagem exclusiva da cidade.

Um canto de sossego


Vinte e sete construções vão chamar a sua atenção com uma arquitetura diferente e portas muito coloridas no Upper West Side! Longe das vistas de toda a confusão de carros e correria do dia a dia, a região foi pensada para ser uma moradia temporária e depois se tornar um hotel, mas após um tempo a ideia foi abandonada e se tornou uma espécie de “vilarejo inglês”.

As casas são cercadas por prédios gigantes e apenas pedestres podem chegar até o local, podendo aproveitar o clima de residências pacíficas e calmas, um verdadeiro santuário para quem deseja encontrar um lugar sereno em meio a Big Apple. Um ponto negativo é que se você não conhecer ninguém para acompanhá-lo até lá, você não poderá passar pelos portões, mas vale a pena mesmo assim ir até o local e fotografar, ainda que de longe.

Para ver outras dicas sobre como ver Nova York de uma maneira especial e sobre como visitar os principais pontos turísticos, clique aqui .


Zaful

Postagens mais visitadas deste blog

Colorimetria Capilar ,como criar novos tons de tintura aula 5

Plaquinhas anti fiado para salões de beleza

Minha raiz está mais clara que as pontas , o que fazer ?